terça-feira

Aula 3 - Classificação dos incêndios florestais

Slides da aula

A classificação dos incêndios florestais é baseada no grau de envolvimento de cada estrado do combustível florestal:








Em se tratando de povoamentos de florestas plantadas no Brasil, as plantações de Eucalyptus spp. geralmente desenvolvem incêndios superficiais devido às características inerentes deste tipo de formação. A desrama natural em plantios adensados de eucalipto dificultam o desenvolvimento de um incêndio de copa, ficando o fogo (geralmente) restrito ao sub-bosque.

Os povoamentos de espécies de coníferas, como o Pinus spp. e a Araucaria angustifolia, mais comum no sul do país, apresentam copas (acículas e galhos) altamente inflamáveis devido ao elevado conteúdo de resinas. Esses plantios geralmente desenvolvem incêndios de copa quando o estado da floresta (idade e densidade do povoamento) e as condições meteorológicas (principalmente o vento) são favoráveis. 

Durante um incêndio florestal, quer seja de matas nativas ou florestas plantadas, os três tipos de incêndios podem ocorrer simultaneamente ou nas possíveis combinações (superficial/subterrâneo e superficial/copa).




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário